4 de dezembro de 2013

Filme: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Se existisse um aparelho 
 de medir a pressão da alma, 
o meu, com certeza, 
estaria sem ponteiro. 

 Rosa Berg
 

2 comentários:

Moacir Willmondes disse...

"Desanuviar", bom remédio para a pressão.

Meu abraço, Maria.

FG disse...

De hecho, si existiera ese aparato, seguramente descubriríamos a muchas personas llenas de infinita grandeza en sus almas. Estoy convencida.

Besitos!

Se alguém perguntar por mim diga que pinto poesias, não gosto de desalegrias e amo a paixão. Nos traços de uma pintura imagino a saudade e todo o amor que invade o sentimento de um coração 

 Marcos Andruchak