20 de setembro de 2012

Reflexões




Ouço o rumo do vento
vai alma vai até onde quiseres ir.

Alberto
Se alguém perguntar por mim diga que pinto poesias, não gosto de desalegrias e amo a paixão. Nos traços de uma pintura imagino a saudade e todo o amor que invade o sentimento de um coração 

 Marcos Andruchak